Célia Cristina

06-08-2013 11:59
Querida Isabel,
 
Em relação ao teu pedido, o que posso dizer é que muita coisa mudou em mim,
como já deves ter calculado.
Quando li sobre o curso, e aceitei a minha espectativa era de tomar consciência de aspectos que estavam a acontecer e que não conseguia ter uma resposta.
Ainda não tenho a resposta que procurava, mas por outro lado não imaginava que o trabalho tinha que ser para mim. Até agora ( digo até à uns meses atrás ) tudo o que fazia era em beneficio dos outros, mesmo que não me pedissem era eu que me disponibilizava, e depois vinha a decepção.
O que mudou, mudou a visão da minha pessoa.
Sentia-me uma pessoa sem capacidade de resolver o que me estava a acontecer, (agora também não posso resolver como quero ) mas mudou a maneira como aceito o facto.
Sinto que o trabalho que tenho que fazer tem que ser para mim, ( não está a ser fácil ), que esperava mais, que o filme aparecia limpido para eu ver e perceber à primeira.  Que as iniciações me originavam uma abertura logo de imediato.
Este meu coração sempre se manifestou, a intuição é mesmo aquela voz que por vezes tem que falar numa base repetitiva, pois é muito posta em causa.
Bem que agora estou mais a prestar-lhe atenção, sim estou mesmo a ouvi-la,
houve uma questão á pouco tempo e eu dei por mim a fazer exactamente o que estava a sentir, ainda hoje senti que tinha que dizer algumas coisas menos boas e foi o que fiz.
Resumindo, aceitei fazer o curso para dar uma reviravolta na minha vida pessoal, acabei a dar uma volta em mim, que não tinha ideia de que para libertar carga vamos transmutála no corpo.
Tenho que dizer que o modulo que mais fez efeito em mim, em todos os sentidos, foi quando utilizas-te a espada, nos dias que se seguiram não consigo descrever a leveza do meu ser em todos os assuntos.
 
Beijo grande