Do Colo ao Útero, o Retorno da Deusa por Carla Mourão em TERRAS DE LYZ

01-07-2013 15:47

Dia 7 de Setembro de 2013

Terras de Lyz

 

Oficina de Dança O RETORNO DA DEUSA por Carla Mourão

Participação especial de Isabel Angélica

 
O corpo é nosso veículo de comunicação e interação social, por ele nos manifestamos e através dele rececionámos e entendemos o exterior e construímos a nossa realidade. Nele guardamos as nossas memórias celulares e atávicas assim como a genética da nossa existência. 
Este trabalho tem como intuito levar os participantes à conscientização corporal e emocional no reencontro com a essência da feminilidade. Repossuir a Deusa que sempre fomos. 
 
Através da Dança podemos identificar o mecanismo de tensões e bloqueios mentais e emocionais no corpo, que a fragmentação das Deusas-Mulheres, sofrem pela distorção do seu poder feminino pelo patriarcado, que as leva a assumir apenas uma fracção da sua energia. Pela meditação, pelo movimento e pelo som, identificamos e analisamos as nossas muralhas musculares arquétipas. A circulação energética através do movimento em grupo ajuda a reconhecer a divindade em nós e a sarar as feridas sagradas. Reconhecemos o corpo, pela expansão energética através do movimento e nele identificamos as energias arquétipas da Deusa em nós, e na relação com o Outro/s. Trabalhar o resgate do Sagrado Feminino, a Deusa dos Dez Mil Nomes, (Isis, Astarte, Diana, Hécate, Démeter, Kali, Inana, Baubo, Airmid, Eurínome, Coaticule, Brigith, Freya, Tara, Lei-Zi Ixchel, Kuan Yin, Danu, etc, etc) a donzela, a guerreira, mãe, anciã, a sábia, a luz e a sombra, encantadora e assustadora, UNIFICADA.
 
Propõe-se aqui aliar a Cura Multidimensional com a Dança Oriental, quando dançamos com consciência da nossa essência aprendemos a amar os nossos corpos, e pelo contacto íntimo através do movimento, atingimos um sentido de unidade em nós mesmos, reconhecemos a Deusa em nós. A Dança Meditativa restaura a relação com o corpo, desprograma conceitos religiosos patriarcais de separação entre corpo e mente, identifica essa divisão e cura-a dentro de nós, equilibrando e unificando os aspectos masculinos e femininos da nossa psique, corpo e mente, corpo e espírito.
 
Com a dinâmica dos Círculos de Mulheres, onde a partilha individual ajuda o colectivo a reencontrar-se dentro de cada uma e em todas, faremos mandalas de movimento, técnicas de energização e meditações de encontro com as Deusas e os seus Arquétipos, exercícios de libertação e contenção, jogos de espelhos aliados ao poder espiritual das danças do feminino (Tribal, Dança Oriental e Dança Expressiva e Espontânea). 
 
Dançaremos para nos perdemos num espaço dentro de nós sem criticas ou julgamentos, para sanar o passado, esquecer o futuro e entregarmo-nos ao caminho do agora, o caminho da liberdade.
 
O movimento livre é a resposta criativa à música e a nossa voz interna, o reencontrar da “Bailarina Interna” (ou força criativa ou intuitiva integrada) dentro de cada uma.
 
Não é necessária experiencia em dança ou outras práticas.
 
Tragam roupas confortáveis que dêem liberdade de movimentos, objectos pessoais para compor o altar (pedras, flores, amuletos, textos, etc), papel e canetas ou lápis, duas echarpes / lenços e boa disposição.
 
 
Objectivos: 
* Receber a Mãe / Ísis
* Descobrir o movimento como meio de expressão e conhecimento. Unificação da Deusa em cada mulher.
* Aceitação da imagem corporal por actividades motoras de experimentação, partilha da experiência através da dança e das meditações activas.
* Fortalecer a autoestima e confiança e activar o fogo criativo.
* Conexão com os arquétipos da deusa e dos 4 elementos que compõem a nossa função corporal, terra, fogo, água e ar.
 
Programa:
11h00 - Ponto de encontro em Tomar, na Igreja Nossa Senhora dos Olivais
11h30 - Ritual de conexão à consciência da Mãe / Ísis por Isabel Angélica (fogo)
12h15 - Consagração nas águas do Rio Nabão junto à Capela Nossa Senhora das Lapas por Isabel Angélica (água)
13h00 - Almoço em Terras de Lyz - cada mulher deverá levar comida e afins para partilhar no almoço
14h30 - O Retorno da Deusa - Do Colo ao Útero por Carla Mourão (terra, ar, fogo e água)
19h00 - Encerramento
 
 
Inscrição:
Este trabalho é aberto a todas as MULHERES que sentiram vontade de aprofundar os trabalhos de Conexão à Mãe.
As inscrições devem ser efectuadas para  terrasdelyz@gmail.com  e strega.ad.luna@gmail.com.
O investimento é de ☼50. Para garantir o teu lugar, deverás efectuar uma transferência ou depósito de ☼10 na conta 0032.0155.00204505028.71 do Banco Barclays. O restante deverá ser pago no dia 7 de Setembro.

Carla Mourão / BIO

Nasci sob o signo de escorpião com ascendente capricórnio e desde cedo transpor os limites da transcendência da realidade e dos mundos…se mostrou a via do meu auto-conhecimento. O encontro com a Vida tornou-se incontornável e as vivências e experiências diárias foram-se tornando cada vez mais audíveis e visíveis à medida que me projectava no exterior, tentando fazer acontecer o meu lado capricorniano. Autodidacta desde muito cedo, conheci o espiritismo, o Sagrado Feminino, o Wicca, a Meditação. O fazer-me acontecer desligou-me um pouco mais da minha voz interna e do meu auto-conhecimento até que em 2007 uma bola curva com efeitos veio novamente encaminhar-me.

Através de experiências de vida catárticas voltei-me novamente para a minha evolução interior e comecei a conjugar o meu conhecimento interior com o exterior, na procura do encontro com a minha essência, da minha cura interna através da intuição da voz do coração, viver o ser o meu próprio mestre. Renasci da Fénix, como mulher bailarina e coreógrafa, amiga, amante e companheira de Vida, mãe de mim mesma e de um SER de luz fantástico, comunicadora da evolução e crescimento interior, eterna aprendiz da VIDA.

O reencontro com velhos mestres edificou velhos e novos paradigmas, estruturou e consolidou a viajem feita até aqui, pelo estudo de várias vertentes de cura energética, libertação e equilíbrio emocional apoiada no Amor, Liberdade, Alegria e Paz.

A aprofundar a Dança Oriental e o estilo American Tribal Style, Fusão Tribal desde 2004, além de outras danças étnicas, trabalho o movimento e a fusão como terapias e instrumentos de equilíbrio energético e emocional e lecciono desde 2007. Em 2008 viajo até ao Egipto e a Irlanda e aí consolido a vertente espiritual ao movimento, reconectando-me com velhos arquétipos energéticos e assimilando e vivenciando códigos de reconhecimento interno. 

Em 2009 a Vida redirecciona-me para o Reiki Quântico Estrelar e em 2012 concluí após bastante deliberação interna o Mestrado em Reiki, encontrando no Reiki o instrumento de reconecção transformativa da minha vida, começo o caminho de terapeuta, que exerço desde 2011 e as iniciações desde 2013. O Magnified Healing® ou Cura Magnificada, traz – me uma transformação pessoal intensa de entrega e rendição ao Amor da Mãe e á sua fonte

Consolidando aspectos do passado dediquei-me aos conhecimentos de tarot e numerologia e ao Xamanismo Europeu reunificando-me com a memória atávica dos meus antepassados e das minhas vidas anteriores.

Com a força do paradigma do Novo Mundo, consolido-me como terapeuta holística multidimensional e começo a trilhar o meu caminho…Pela vivencia, cresço e unifico-me, e assim integrada partilho e ensino.