Mensagem do Arcanjo Miguel através de Isabel Angélica - Novembro de 2014

05-11-2014 17:48
 
Amado/a, concerteza que estás em contacto com a frase “muitos os chamados poucos os escolhidos”. Algo que, na nossa perspectiva, sublinha a tomada de consciência que é necessário acontecer para cada um dos filhos e filhas da Criação. Algo que precisamos que prestes total atenção para que entendas que o trabalhos que estamos a desenvolver contigo e com a Humanidade não deverá ser encarado como algo leviano e fora de ti.
 
O Planeta Terra, a consciência da Mãe, estão em profunda transformação nos seus elementos para que ocorra uma Alquimia que tu e quase todos os seres humanos concordaram participar activamente ao nível da Alma. São momentos únicos e que de forma singular te colocam em contacto com novas matrizes de informação e trabalho que se quer interior e aprofundado. Isto porque durante milénios, a tua alma e a dos teus irmãos viajou por diferentes roupagens na Terra onde acumulou experiências, na sua grande maioria, densas e negativas, para Aqui e Agora tomar consciência delas e transcendê-las em responsabilidade e verdade.
 
Sentes que estás a ser chamado/a em todas as fibras do teu ser, todas as tuas células, a um trabalho de consciência para que entendas, aceites e pratiques que de és responsável por tudo o que dizes, fazes, sentes e emanas. E esta responsabilidade não pode ser encarada de forma leviana, onde perpetuas o escudo de considerar que são os outros ou nós que te empurram para qualquer caminho ou desfecho com vista ao cumprimento de uma agenda que te é exterior.
 
O que tu és neste momento, é da tua responsabilidade. Estás a ser chamado/a e faz tempo que esse chamado grito no teu peito e no teu ventre. Não é algo manipulado nem imposto. É teu e a ti te pertence, pois é a tua Alma que te chama, grita e implora! Não é Deus ou a Mãe que te empurra para algo fora de ti. Não são os teus Guias ou Mestres. És tu a chamar-te a ti mesmo/a a partir das profundezas do teu Ser para que te alinhes definitivamente com a matriz de consciência da tua Alma.
 
Amado/a, estás a ser chamado/a por ti mesmo, para que te cumpras e cumpras a Missão que carregas em ti. Se fores escolhido/a será por mérito teu em percorreres o caminho iniciático que a tua Alma SABE melhor que a tua mente que é o indicado para ti.
 
Se serás escolhido/a ou não, será por ti próprio/a, pois o mérito das escolhas ser-te-á devolvido em função da forma como fizeres uso dos teus dons, círculos e redes. E aqui nós estamos inserido, ligando o Céu à Terra, cuidando e nutrindo para que todos os irmãos e irmãs percebam e aceitem que o caminho não se faz na solidão, embora as decisões mais profundas sejam assumidas na silêncio que a Alma te pede e onde podes escutar a voz que te invade e inunda no eixo pineal - coração - ventre.
 
Amado/a, “muitos os chamados poucos os escolhidos”… e a escolha não é baseada em premissas selectivas com listas de iluminados seres que se reúnem para advogar ou defender. Os escolhidos surgem naturalmente na apresentação inequívoca da aprendizagem diária da Verdade! A Verdade a partir da qual advém o amor, a compaixão, a iluminação e transcendência. Sem a Verdade de te escutar nas cavernas mais profundas do teu ser, não há caminho para a escolha… Haverá apenas e só um chamamento que se perderás nos ecos da tua mente que mente, onde a tua Alma deixará de poder agir de forma firme e amorosa.
 
Tenho-te dito que estes são de facto tempos extraordinários. Na Terra e no Céu, nunca se viu algo tão poderoso e belo a ocorrer e que permita acesso a curas a armas ancestrais em tão pouco tempo. Mas isso pede uma contrapartida, como já percebeste - que te lances em saltos de fé consecutivos, pois a tua Alma diz-te que estás amparado/a mesmo que a tua mente que mente te faça questionar de tudo. A Alma sabe que os saltos de fé são ABSOLUTAMENTE indispensáveis para que ela se manifeste na matéria trazendo à Terra a tua manifestação mais pura e divina, a do teu Eu Superior. Até lá, enquanto refreias os saltos de fé, o que ouves são ecos perdidos daquilo que o teu Eu Superior te diz que és. Quem és.
 
Muitos os chamados poucos os escolhidos!… Porque chegar à possibilidade de seres o/a escolhido/a é já teres dado infinitos saltos de fé, entre processos de morte e renascimentos interiores, um mais intenso que o outro, de forma a libertares camadas que estão cimentadas em cima de camadas. Só aqui, perante a Verdade de te ires descobrindo na coragem e discernimento, saberás que foste escolhido/a para te transformares em algo mais do que um ser humano em processo de despertar. Saberás isso porque já serás um exemplo para outros que te acompanham. 
 
Aqueles que abrem caminho desde que nasceram, passando as provas inerentes aos processos de morte e renascimento, tão bem explorados na alquimia sagrada, sabem que o que aqui apresentamos é a mais verídica das realidades no caminho do Espírito na Terra. São seres humanos exemplares e de incontestável autoridade, pois, como dizem os povos indígenas, esses mestres dos ensinamentos da Grande Mãe, eles “caminham o caminho”. É nesses seres que nós nos apresentamos de forma clara e inequívoca, pois presenciamos os seus constantes saltos de fé rumo à Verdade que é una e plena.
 
És profundamente amado/a. Mesmo que em partes de ti, da tua mente que mente, duvides do potencial de amor em que te nutrimos, a tua Alma sabe que somos filhos e filhas no mesmo Útero Primordial da Criação.
 
 
© 2007-14 Isabel Angélica. Mensagem recebida a 05.11.2014 através de Isabel Angélica. Todos os direitos reservados. Esta mensagem pode e deve ser divulgada com os devidos créditos ao Arcanjo Miguel e a Isabel Angélica (www.terrasdelyz.net || geral@terrasdelyz.net). Gratidão.
 
 
Podes ler as mensagens anteriores de Arcanjo Miguel - http://www.terrasdelyz.net/canalizacoes/mensagens-arcanjo-miguel-isabel-angelica/